sexta-feira, 16 de abril de 2010

"O Décimo Terceiro Conto": OPINIÃO

Antes de começar a escrever a minha opinião quero agradecer a oportunidade que a Editorial Presença me deu de ler um livro simplesmente maravilhoso!

Não conhecia a autora e fiquei fascinada com a sua escrita.

Este livro prendeu-me a atenção assim que o comecei a ler e à medida que fui avançando na leitura fui ficando cada vez mais presa à história.

"O décimo terceiro conto" aborda a história da escritora Vida Winter. Apesar de ser uma escritora com inúmeras obras publicadas e muito conhecida, Vida Winter nunca revelava a história da sua vida aos jornalistas e, quando confrontada com questões como "Quem é Vida Winter?" inventava sempre uma história sobre a sua própria história de vida.

Foi esSe mistério à volta da história de Vida Winter que me intrigou desde início.

Já com uma idade avançada e doente, Vida Winter escreve uma carta a Margaret Lea, uma mulher jovem que sempre esteve em contacto com livros na loja do seu pai. Apesar de Margaret só ter escrito pequenas biografias sobre pessoas conhecidas já falecidas de forma amadora, recebe uma carta de Vida Winter pedindo-lhe que faça a sua biografia.

E nós leitores, assim como Margaret, pensamos "Será que finalmente Vida Winter vai contar a sua história verdadeira?". Apesar de intrigada por este contacto por carta e por ter sido escolhida para escrever a biografia de uma autora tão conhecida e misteriosa, Margaret vai passar uns tempos em casa de Vida Winter onde esta lhe vai contando a sua vida.

Embarcamos, juntamente com Margaret, numa viagem ao passado de Vida e vamos conhecendo inúmeras personagens ricas na minha opinião.

Fui atraída para as páginas deste livro e deixei-me envolver pelas personagens, pelas paisagens, pelos locais, pelas histórias.

Enquanto vamos ficando a conhecer a história de Vida Winter vamos notando semelhanças entre a sua história e a de Margaret. Aliás, ao aproximarmo-nos do final do livro vamos perceber porque Vida Winter escolheu precisamente Margaret para fazer a sua biografia e, sobretudo, porque a escolheu para contar finalmente a verdade.

Posso dizer que aproximar-me do fim do livro me deparei com uma reviravolta que não esperava. Somos supreendidos por revelações que não contávamos.

Adorei ler este livro. Achei este livro maravilhoso e fui conquistada por ele e pelas suas personagens.

Embora este livro tenha passado relativamente despercebido quando foi editado em Portugal em 2007 considero-o um livro a ler sem qualquer dúvida!

CLASSIFICAÇÃO: 6. Excelente

1 comentário:

Devorador de Livros disse...

Mais uma opinião fabulosa que já estou completamente convencido para o comprar e ler!
Bom fim-de-semana e boas leituras!
Beijinhos