terça-feira, 21 de setembro de 2010

"Ódio" (David Moody): OPINIÃO

"Ódio" do autor David Moody é o 1º volume de uma trilogia que, pelo que pude perceber através desta leitura, é no mínimo intrigante!

Aliás, este "Ódio" foi como uma entrada para me abrir o apetite para os restantes livros da trilogia!

Através da escrita do autor somos transportados para a vida da personagem principal - Danny McCoyne. Danny é um homem casado que tem 3 filhos e que leva uma vida absolutamente banal. Além disso, tem um emprego que vai suportando porque tem de sustentar a sua família.

Tudo corria normalmente até que começam a acontecer situações estranhas. Tal como a sinopse indicava, qualquer pessoa se pode tornar num assassino impiedoso. Deparamo-nos com descrições de actos cruéis e ficamos intrigados ao tentar perceber porque é que alguém "normal" se transforma num assassino sem motivo aparente.

O que me despertou maior curiosidade e perplexidade nos actos "loucos" de alguns foi o porquê de fazerem aquilo, como eram capazes de matar.

Com capítulos curtos e uma sucessão de acontecimentos inexplicáveis, fui lendo este livro em grande velocidade na expectativa de descobrir o motivo de tais comportamentos.

Até o próprio Danny vai mudar e será que pode confiar em si mesmo? Seria capaz de magoar a própria família?

Como este é o 1º livro da trilogia ficamos sem conhecer a explicação desta situação mas os próximos livros prometem de certeza!

CLASSIFICAÇÃO: 5. Muito bom

4 comentários:

Verovsky disse...

Deve ser altamente! :D Parabéns a quem ganhou este livrinho, e que opine tb sobre o mesmo! Boas leituras :D

Laelany disse...

Também estou a ler este livro. Vou muito no início e estou super curiosa ;)

Ana C. Nunes disse...

Fui a vencedora e já estou a ler o livro. Assim que terminar digo o que achei. Não deve demorar muito já que é um livro de leitura rápida.

Ana C. Nunes disse...

Ontem à noite terminei de ler o livro e já coloquei a minha opinião no blog: http://florestadelivros.blogspot.com/2010/09/odio.html

Obrigada pelo passatempo e pela oportunidade de ler.