quinta-feira, 14 de junho de 2012

"A Menina na Falésia" (Lucinda Riley): OPINIÃO!

Embrenhei-me na leitura d' "A Menina na Falésia" com elevadas expectativas por me terem dito que o livro era mesmo muito bom e finda leitura só posso dizer que as minhas expectativas foram totalmente concretizadas!

A autora Lucinda Riley, através da sua escrita conquista-nos logo nas primeiras páginas.

"A Menina na Falésia" é narrada pela pequena Aurora Lisle e a maneira como ela se dirige ao leitor logo na página inicial dá ao leitor indícios claros e indubitáveis de que esta vai ser uma leitura envolvente.

A menina na falésia é Aurora - uma menina que já perdeu a sua mãe mas que tem uma forma de entendimento das coisas muito especial e madura.

Grania Ryan, depois de um desgosto amoroso em Nova Iorque, decide regressar à casa da família na Irlanda para receber o afecto dos pais e distanciar-se de uma situação que a magoou e é na falésia que se cruza com a pequena Aurora pela primeira vez, não sonhando sequer que este encontro lhe vai mudar completamente a vida.

Kathleen, mãe de Grania, não vê com bons olhos a ligação de Grania (família Ryan) com Aurora (família Lisle) e logo aí o leitor percebe que no passado algo aconteceu entre estas duas famílias.

Inesperadamente, Grania vê-se envolvida de forma gradual e cada vez mais intensa na vida de Aurora e vamos aperceber-nos como Aurora, que perdeu a sua mãe Lily, consegue preencher um vazio recente na vida de Grania.

Através de uma escrita absolutamente envolvente e de uma narrativa comovente, a autora Lucinda Riley traz-nos um romance onde as personagens fazem o leitor apaixonar-se e mais do que um romance banal, este é um livro repleto de sentimentos.

Enquanto leitora, a menina Aurora conquistou o meu coração: a sua inocência aliada a um entendimento adulto do mundo e a sua carência emocional aliada à sua facilidade em transmitir afecto aos outros, leva o leitor a apaixonar-se por esta personagem menina.

Além disso, a autora brinda-nos com personagens adultas com problemas com os quais nos conseguimos identificar facilmente e, como tal, o leitor estabelece automaticamente uma ligação empática com todas elas.

A par de todo o sentimento que "A Menina na Falésia" encerra, a autora Lucinda Riley brinda-nos com um romance cheio de segredos, onde a pouco e pouco a ponta do véu vai sendo levantada e vamos começando a entender a reticência incial de Kathleen relativa à ligação de Grania com a família Lisle.

Aos poucos vamos percebendo que passado é passado e que a ligação entre as famílias Ryan e Lisle é mais profunda e antiga do que o leitor poderia imaginar.

"A Menina na Falésia" é um livro que muito por culpa da extraordinária escrita da autora Lucinda Riley e pelas suas personagens, cenários, segredos familiares e ligações emocionais, apaixona o leitor e transporta-o para uma leitura mágica, envolvente e terna, deixando-o no final com pena por a leitura tem acabado tão depressa e com aquela sensação de que estas personagens deixarão saudades.

CLASSIFICAÇÃO: 7. Absolutamente Fantástico!


6 comentários:

Prokemedeu disse...

já estava a pensar comprar o livro apesar de ja ter bastantes em fila de espera na minha estante. Mas agora depois de ler a sua opinião...certamente irei ler este livro.
Obrigada.
Beijinhos
Sílvia Soares
http://prokemedeu.blogspot.pt/

Diana Barbosa disse...

Recomendo mesmo mesmo mesmo.

Este livro entrou automaticamente para o meu top de preferidos :D

Anónimo disse...

vou comprar porque deve ser muito interesante ...
beijnhos
isabel vasconcelos

Diana Barbosa disse...

Isabel Vasconcelos é um livro lindo lindo lindo.

Aconselho mesmo a leitura :)

Depois se leres partilha por aqui o que achaste.

Boas leituras

Diana
Refúgio dos Livros

manel heroico disse...

Quando consegui acabar de ler, porque as últimas 3 páginas levaram a parar, chorar, respirar forte e suspirar, pensei uns minutos e acabei o livro em lágrimas, encostei-o ao peito com força , depois levantei-o dei um beijo na menina e guardei-o com carinho.

Ana Catarina disse...

Aconselho vivamente!
É absolutamente espectacular!