sexta-feira, 29 de julho de 2011

"Marina" (Carlos Ruiz Zafón): OPINIÃO

Depois de ter lido "A sombra do vento" (opinião aqui) e "O jogo do anjo" (opinião aqui) do autor Carlos Ruiz Zafón é óbvio que também tinha de ler "Marina".

Assim que o livro "Marina" do autor Carlos Ruiz Zafón saiu fiquei com vontade de o ler mas fui adiando a sua compra até que agora em Julho chegou a vez do livro ser lido!

Este é o primeiro livro do autor e segundo o mesmo "De todos os livros que publiquei desde que comecei neste estranho ofício de romancista, lá por 1992, Marina é um dos meus favoritos."

Na nota introdutória escrita pelo autor notamos logo que Carlos Ruiz Zafón tem um carinho e apreço especiais por este seu livro.

E foi assim com expectativa que embarquei nesta leitura que me fez viajar pela bela Barcelona que já tive oportunidade de visitar, sendo que durante a leitura vivi com as personagens e percorri ruas e locais que eu mesma pessoalmente já visitei. Esta capacidade de Zafón nos transportar para uma Barcelona de 1980 é simplesmente fantástica.

Em "Marina", como o próprio título do livro nos indica, vamos conhecer Marina e vamos também conhecer Óscar que "Em Maio de 1980 desapareci do mundo durante uma semana. No espaço de sete dias e sete noites, ninguém soube do meu paradeiro" e é precisamente esta viagem de 7 dias e 7 noites que vamos acompanhar.

Óscar é um jovem rapaz que vive num internato e sonha com os palacetes esplendorosos de Barcelona, sendo que numa das suas saídas furtivas do internato vai acabar por conhecer Marina, uma rapariga misteriosa.

Juntamente com as personagens vamos embrenhar-nos na história da cidade de Barcelona e viver aventuras surpreendentes.

"Marina" para mim foi uma leitura diferente e passo a explicar: Óscar e Marina vão viver situações que eu classificaria como surreais. Vivem episódios descritos com uma clareza especial e ficamos a ler página atrás de página para perceber o que se passa.

Foi uma leitura que eu gostei de fazer mas que achei um pouco fantasiosa: acontecem coisas estranhas e há personagens muito particulares.

Para mim "A sombra do vento" é a obra de Zafón que guardo no meu coração e fazer a transição da Barcelona do Cemitério dos Livros Esquecidos para uma Barcelona de personagens quase irreais e fantásticos foi um bocado complicado.

Gostei sim mas para quem leu anteriormente "A sombra do vento" e "O jogo do anjo" é inevitável fazer a comparação e não ficar com um gostinho de "este não era o Zafón que eu esperava".

Mas tendo em conta que "Marina" foi o primeiro romance do autor e antecedeu "A sombra do vento" e "O jogo do anjo" só posso dizer que para mim e, é apenas a minha opinião pessoal, houve uma grande evolução entre livros por parte de Carlos Ruiz Zafón.

CLASSIFICAÇÃO: 4. Bom

9 comentários:

Liliana Lavado disse...

Adorei "A Sombra do Vento" mas o "Jogo do Anjo" tinha demasiados pontos na trama que eram semelhantes ao "A Sombra do Vento"... era como se o autor se estivesse a plagiar a ele mesmo :P
Ainda não li este mas com certeza vou fazê-lo quando houver oportunidade :)

Maria Pereira disse...

Tenho este livro lá em casa para ler proximamente

Boas leituras

Diana Barbosa disse...

Meninas depois digam-me o que acharam de "Marina" depois de lerem :)

Miri* disse...

Para mim - sem ser tão bom como a "Sombra do Vento" - é um livro espectacular. Gosto do toque fantástico que ele deu ao plot e a escrita continua a ser magistral.

Uma leitura que aconselho vivamente!

Diana Barbosa disse...

Miri eu e a fantasia não nos damos muito bem lol mas continua a ser um bom livro é claro :)

catherine disse...

Que giro, estava agora mesmo para começar a ler... xD Os outros dois também já conheço e atrevo-me a dizer que "A sombra do Vento" se tornou no meu livro favorito, quanto a "Marina", as minhas expectativas estão lá no alto... :)

Diana Barbosa disse...

Catherine depois diz o que achaste de "Marina".

"A sombra do vento" é simplesmente especial e único!

Rita disse...

Ainda só li "A sombra do vento", mas é um dos meus livros preferidos. Adoro a escrita do Zafón e a estória que se propõe a contar. Considero-o um escritor especial. :)

Diana Barbosa disse...

Rita, para mim "A sombra do vento" é magnífico! Tens de ler "O jogo do anjo" que também é muito bom e faz-nos regressar ao Cemitério dos Livros Esquecidos :D