domingo, 24 de janeiro de 2010

"Derrocada" (Ricardo Menéndez Salmón): OPINIÃO

Comecei a ler este livro no dia a seguir a ter lido "A ofensa" - 1º livro da Trilogia do Mal do autor Ricardo Menéndez Salmón. Fiquei tão agarrada ao livro "A ofensa" que me despertou imensa curiosidade em ler este 2º livro desta Trilogia do Mal pelo que peguei nele e espreitei apenas algumas páginas, pensando eu que depois deixava o livro e continuava a ler "As velas ardem até ao fim"...mas claro que estava redondamente enganada.

Espreitei algumas páginas de "Derrocada" e fui lendo só mais um bocadinho e mais um bocadinho até que percebi que iria ter de ler o livro em simultâneo com "As velas ardem até ao fim". No entanto, esta questão do "em simultâneo" não resulta comigo e então acabei por ler "Derrocada" primeiro e deixar o outro livro por acabar. Mas agora só pego noutro livro quando acabar "As velas ardem até ao fim".

Sobre o livro: o que posso dizer? Gostei, até gostei bastante. Considero que a escrita do autor é muito directa e dura. E as suas palavras e descrições, na minha opinião, conseguem ter uma força que nos consegue chocar. Passei por excertos do livro de uma dureza extraordinária que é efectivamente necessária tendo em conta o tema desta trilogia: o Mal.


Não há continuação da história entre os livros desta trilogia mas sim um tema central que se estende a todos eles: o Mal. E neste livro deparamo-nos com o Mal que irrompe sobre a forma de um assassino em série.

Este livro apresenta-nos a seguinte questão: "Quem é vítima e quem é carrasco?"

Temos "um homem perverso que não tem nada a perder; duas famílias que crêem ter perdido tudo; três jovens que encontram na violência uma forma de expulsar o tédio. Em "Derrocada", a única justiça é o horror, a única vocação é a atracção pelo Mal".

Foi um livro que finda a sua leitura me deixou a pensar sobre o que li.

CLASSIFICAÇÃO: 5. Muito Bom

1 comentário:

Náh disse...

Olá, Diana!
Adorei seu cantinho! Acho que é a prmiera vez que visito! Vou seguir!
Você já ficou sabendo da Brincadeira Literária que eu estou montando? É mais ou menos assim: uma espécie de blogagem coletiva, onde você vai nos contar se se lembra do primeiro livrinho que leu.
Dei uma reformulada nas regras e nas sugestões de postagem... O pessoal andava meio esquecido, então acrescentei uma alternativa... Se você não se lembra do primeiro livro que leu, agora você pode participar dizendo qual o livro mais velhinho da sua estante...
Gostaria muito que você participasse.... Conto com você!
Beijos,
Náh