quarta-feira, 31 de março de 2010

"O Décimo Terceiro Conto" de Diane Setterfield (Editorial Presença)

Em Abril de 2007, a Editorial Presença publicou o livro "O Décimo Terceiro Conto", da autoria de Diane Setterfield, um romance notável, impregnado de ecos de "A Paixão" de Jane Eyre e "O Monte dos Vendavais". Apesar de se ter tornado um bestseller internacional e do seu percurso ser brilhante, a verdade é que passou bastante despercebido ao público português.

Arquitectado ao melhor estilo dos grandes romances anglo-saxónicos, "O Décimo Terceiro Conto" foi eleito "um clássico moderno" pela revista inglesa The Bookseller.

Traduzido em 32 países, alcançou o primeiro lugar no top de bestsellers do jornal The New York Times, ocupando a mesma posição na revista americana Publishers Weekly, ambos relativos ao mês de Outubro de 2006.

Num compulsivo e emocionante mistério, Diane Setterfield cria um enredo considerado “talentoso” pelo Washington Post.

Sinopse:

"Vida Winter passou quase seis décadas a iludir jornalistas e admiradores acerca das suas origens, mantendo oculto o seu passado enigmático, tão enigmático como a sua primeira obra, intitulada Treze Contos de Mudança e Desespero, e que continha apenas doze. Porém, tudo isto pode estar prestes a mudar quando Margaret Lea, biógrafa amadora, recebe uma carta da famosa escritora convidando-a a redigir a sua biografia. Pela primeira vez, Vida Winter vai contar a verdade, a verdade acerca de uma família atormentada por segredos e cicatrizes. Mas poderá Margaret confiar totalmente nela? E terá sido ela eleita depositária das confidências por um motivo inocente? Um romance assombroso, que se tornou um bestseller imediato e que será publicado em mais de trinta línguas."

«Simplesmente brilhante – há muito tempo que não apreciava tanto um romance.»
Kate Mosse, autora de O Labirinto

CITAÇÕES IMPRENSA ESTRANGEIRA

«Em apenas cinco páginas, fiquei estarrecida! Não consegui pôr o livro de parte!».
Teresa Patek, Barnes & Noble (livraria americana)

«Qualquer pessoa que pegue neste romance não vai conseguir pô-lo de lado».
Elizabeth Jane Howard, autora de Cazalet Chronicle

«Um primeiro romance igualmente adequado a uma tarde de chuva passada no sofá ou a um dia na praia».
Library Journal

«Um conto gótico contemporâneo».
Kirkus Reviews

Eu pelo que li da sinopse parece-me um livro extremamente interessante. Será com certeza uma das minhas próximas leituras :D!

1 comentário:

S disse...

já esta na minha mesinha de cabeceira faz algum tempinho... mas estou a planear ler em breve :)