quinta-feira, 25 de março de 2010

Presença lança: "Observações" de Jane Harris a 6 de Abril

A Editorial Presença irá publicar no próximo dia 6 de Abril o livro "Observações" de Jane Harris.

Este livro é um romance de época que representa a estreia literária da autora e que foi vencedor dos prémios:

- Waterstone’s Book of the Month
- USA Book of the Month Club’s First Fiction Prize
- Waterstone’s 25 Authors for the Future

Vocês que espreitam este cantinho já vão sabendo o que gosto de ler e, pelo que li da sinopse, este livro parece-me simplesmente fascinante:

"Em plena época vitoriana, Bessy Buckley, uma irlandesa de 15 anos, encontra um lugar de criada numa mansão isolada que pertence à encantadora Arabella Reid e ao seu marido, um político com ambições. Arabella faz-lhe várias e intrigantes exigências entre as quais a de que descreva, num diário, as suas tarefas e os seus pensamentos mais íntimos. Apesar de tudo Bessy afeiçoa-se à sua patroa, mas acaba por descobrir que a mansão esconde segredos surpreendentes. Uma sátira inteligente à hipocrisia vitoriana, bem-humorada e com um enredo que cria um suspense psicológico subtil."

Nesta sinopse o que me prendeu a atenção foi: "Arabella faz-lhe várias e intrigantes exigências entre as quais a de que descreva, num diário, as suas tarefas e os seus pensamentos mais íntimos."

Escrever num diário os nossos pensamentos mais íntimos? Como licenciada em Psicologia entender os comportamentos dos outros fascina-me e, como tal, encontrar um livro onde uma pessoa escreve o que pensa deixa-me no mínimo curiosa :D.

Sobre a autora:

Jane Harris nasceu em 1962, na Irlanda, cresceu em Glasgow e estudou na Universidade de East Anglia. Publicou vários contos e realizou diversas curtas-metragens que foram premiadas.

3 comentários:

marie disse...

Mais um livro que me parece bastante interessante... :)
Só tenho pena de não ter mais tempo para ler mais. :(

Diana Barbosa disse...

Pois têm sido lançados muitos livros interessantes Marie. Vais lendo quando podes :D

tonsdeazul disse...

Parece-me ser bastante interessante. Esta época suscita-me sempre vontade de não perder a sua leitura. Gostei também da capa. Está simples.